Pular para o conteúdo
Início » Dividend Yield: O que é e Como Funciona

Dividend Yield: O que é e Como Funciona

Dividend Yield: O que é e como funciona!Muita gente acha que o jeito de ganhar dinheiro na bolsa é comprar uma ação e esperar ela valorizar. Isso até é verdade, mas não é toda a verdade, até você descobrir o DIVIDEND YIELD.

Quem investe em ações também lucra quando a empresa lucra e distribui parte disso como dividendos aos seus acionistas.

Algumas pagam mais dividendos, outras pagam menos. Se cada uma paga um valor diferente, como escolher as melhores ações para montar uma carteira focada na distribuição de dividendos?

O que é Dividend Yield?

O Dividend Yield. Parece um palavrão, mas o conceito é simples. Dividend Yield é um indicador que mede o rendimento de uma ação apenas com o pagamento de dividendos.

Ele é calculado como uma taxa que relaciona o valor dos proventos que uma empresa distribui e o preço das ações no mercado.

Então, imagina uma empresa que tem ações listadas na B3 (Bolsa de Valores Brasileira) cotada a R$10.

Se ela distribuir dividendos de R$1 por ação ao longo de um ano, o seu dividend yield será de 10%. É assim que se faz a conta.

Mas por que o dividend yield é um indicador tão importante? Eu vou responder com um exemplo.

Por que é importante o Dividend Yield?

Por exemplo, se uma empresa paga dividendos de R$1,00 por ação e outra paga R$3,00, qual você escolheria para investir?

Os dividendos de R$3,00 parecem melhores, mas a resposta certa é depende. Quanto custaria comprar a ação da empresa que paga mais dividendos?

Se a cotação dela for muito alta, R$ 90, R$ 100, por exemplo, a taxa de retorno com proventos pode se revelar muito pequena. Já se a cotação das ações que pagam R$ 1,00 em dividendos for baixa, o retorno proporcional pode ser bem maior.

Basicamente, é para isso que se calcula o dividend yield das ações, para poder comparar o retorno delas entre si e até com o desempenho de outros investimentos.

Só o Dividend Yield é necessário?

Tem gente que, para ter uma referência de rentabilidade, compara o dividend yield de uma ação até com a taxa Selic, que representa os juros básicos da economia.

Ações que recorrentemente apresentam um dividend yield elevado podem ser boas distribuidoras de dividendos e devem ficar na mira dos investidores que têm essa estratégia.

Mas ele não deve ser o único elemento a considerar na hora de comprar uma ação. Um dividend yield elevado não resulta apenas de um valor grande de dividendos.

É necessário observar por exemplo o P/VP da ação ou fundo também!

Existe um lado ruim do Dividend Yield?

Ações que desvalorizaram muito durante um período também costumam ficar com uma taxa de retorno em dividendos. Isso pode representar uma oportunidade de entrar na ação?

Em alguns casos pode sim, mas é importante saber por que a ação desvalorizou e qual é a perspectiva de que ela se recupere.

Se o problema for com a empresa que apresenta resultados ruins ou está inserida em um setor prejudicado por uma crise, isso pode demorar a acontecer ou mesmo não acontecer.

Investir nela seria uma má escolha, mesmo que seu dividend yield pareça atrativo.

Quais ações ou fundos têm o melhor Dividend Yield?

Como dito anteriormente, o dividend yield da ação ou fundo varia com o tempo, mas existem ações ou empresas com resultados mais perenes e entre elas os setores elétrico e bancário possuem o Dividend Yield mais estável no mercado.

Qual o Dividend Yield mínimo para ter uma renda?

Se você busca com as ações o fluxo de ganhar uma renda com dividendos, o Rendimento de Dividendos Recomendado é no mínimo 6% ao ano.

Vale ressaltar que nem todas as empresas distribuem dividendos regularmente, pois algumas optam por reinvestir seus lucros para expandir seus negócios.

Diferente dos fundos imobiliários, as ações não pagam dividendos mensalmente, os pagamentos variam entre semestres, a cada 3 meses e até anualmente, como a Petrobras.

Conclusão 

O Dividend Yield é um indicador importante para investidores que buscam renda por meio de dividendos. Ele permite comparar o rendimento das ações com base nos proventos distribuídos em relação ao preço das ações. 

No entanto, é necessário considerar outros fatores, como a estabilidade da empresa e perspectivas futuras, ao tomar decisões de investimento. O Dividend Yield mínimo recomendado para obter uma renda consistente é de 6% ao ano.

1 comentário em “Dividend Yield: O que é e Como Funciona”

  1. Pingback: ROE: Entenda O que é e Como Funciona - Insvista Dividendos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *